Biografia DuPont™ Kevlar®


Inventora

Stephanie Kwolek, uma mulher de fibra


Muitas mulheres policiais participam da segurança pública, deixando um legado de coragem, sensibilidade, estratégia e resistência. Por isso, não deixa de ser curioso o fato de que o Kevlar®, uma fibra cinco vezes mais resistente do que o aço e o principal revestimento dos coletes à prova de balas foi, justamente, descoberto por uma mulher.

Stephanie Louise Kwolek, pesquisadora e cientista da DuPont, foi responsável pela criação do Kevlar® nos anos 60. Graças ao seu empenho científico, inúmeras vidas foram salvas e a segurança tornou-se componente do vestuário de antigos soldados americanos, e hoje, de diversos policiais pelo mundo.

Do temporária aos 40 anos

Nascida em 1923 em New Kesington, Pensilvânia, Stephanie se formou em Química em 1946, pela Margareth Morrison Carnegie College, da Universidade de Carnegie Mellon. Kwolek tinha planos de cursar Medicina e buscou um emprego temporário na área de Química com o objetivo de financiar seus estudos.

Depois de tornar-se pesquisadora e cientista, Kwolek abandonou a ideia de se tornar médica e permaneceu por mais 40 anos trabalhando junto à DuPont.

Química Medalhista

Em 1996, Stephanie foi premiada com a Medalha Nacional de Tecnologia e Inovação, condecoração concedida pelo Presidente dos Estados Unidos para americanos que se destacaram com contribuições significativas ou o desenvolvimento de novas e avançadas tecnologias. Trata-se de uma das maiores conquistas relacionadas ao progresso tecnológico.

Também recebeu em 1997, a medalha Perkin pela Sociedade da Indústria Química e o Prêmio Lemelson-MIT, do Instituto de Tecnologia de Massachussets.

Stephanie faleceu em junho de 2014 e foi capaz de acompanhar boa parte das transformações promovidas pela sua invenção. Graças à Kwolek, muitos policiais podem exercer seu melhor, com coragem e bravura, independente do sexo.


Compartilhe